segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Purificação



Ai de mim, pecadora!
Meus lábios mais uma vez
Impuros se revelaram
Ante da Tua santidade
Mais uma vez se revelaram
Impuros, como impuro
O meu coração,
Tão sujo ante a Tua limpeza!
Quanta impureza!

Como fizeste com Teu servo Isaías,
Peço-Te humildemente:
Toques-me com a brasa do Teu altar,
Retires a minha iniquidade,
Expies o meu pecado,
Não olhes para a miséria do meu coração.
Sê compassivo, piedoso!
Não posso nem encarar Teu rosto.
Não posso nem mirar meu rosto.

O pecado desfigurou-me.
A iniquidade toda sujou-me.
O sangue de Jesus então lavou-me.
Tudo o que era imundo purificou-se.
Confessei-Te o meu pecado e
Não me rejeitaste ou condenaste-me.

Limpa estou, livre estou.
Do meu passado revelado.
Do meu pecado perdoado.
De minhas culpas libertada.

4 comentários:

  1. lindo o poema que vc fez no comentário do blog!!!
    e obrigadas pela dica de filmes e doramas japoneses e coreanos que você me passou, só assisti alguns mas vou ver os que você me indicou.
    beeijos ♥

    http://ninacolorida.blogspot.com.br/2012/12/sousa-kanashimi-wo-yasashisa-ni.html

    ResponderExcluir